quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

A dose!

O muito é pouco. O pouco é muito.
De onde olha, de onde vê.
Variáveis interpretações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário